menu close menu

Post

Dia das Mães, minha mãe | Homenagem

Não "trabalhamos" aos domingos por aqui. Hoje não é domingo! Na verdade ainda é a madrugada da quinta-feira e estou escrevendo para que vocês leiam só no domingo. No caso, hoje (que para mim é quinta). Resolvi escrever nessa madrugada, enquanto organizo a semana das mães e outras coisas do Blog, a homenagem para a minha mãe. Meu primeiro dia das mães sem estar do lado dela. Minha mãe, minha linda, minha Mônica está comemorando apenas com os homens de sua vida, meu irmão e meu pai, na minha terrinha Natal, Recife. Nosso primeiro dias das mães separadas e tantos aprendizados.

 

Não sei se você é como eu, mas depois que casei passei a valorizar muito mais a função de dona de casa e de mãe. O engraçado é que tinha um exemplo na minha casa todos os dias e achava tão normal. Não, não é normal. Realmente, a função de mãe não é normal. É divino! Lembro-me do nosso abraço no quarto do hotel em que me arrumava para o casamento. Aquele abraço tinha um gosto especia! Um misto de alegria, dor e despedida. Um choro dolorido, sincero. Dolorido pela separação e por não mais dividir uma rotina ao lado dela como sempre foi. Isso dói. Dói muito. Mas passa com o tempo. Ou melhor, acustuma.

 

Hoje, minhas "dores" são outras. Meus temores são outros.

Posso dizer que temo o peso da responsabilidade de ser filha de quem sou! Temo de não conseguir ter a mesma coragem e força para enfrentar tantas coisas que ela passou. De fato, ela não é o padrão. É bem mais alto do que estamos acostumados a ver! Quem a conhece, sabe.

Apesar de seus erros, posso dizer que é perfeita em todas as suas imperfeições. E que, se meus erros forem os mesmos que os dela, menos mau! Errar é humano. Errar, ensina. Errar, transforma. Errar, lapida. E os "pequenos" erros e experiências dessa vida lapidaram a maior jóia da minha vida. A mulher da minha história. E a mãe que eu almejo ser um dia! Deus me deu o presente de ser gerada no ventre de um pedacinho do céu e a chamou de Mônica. E eu a chamei de mãe. Minha mãe!

 

 

Feliz dia das mães para a minha mãe. E, à todas as outras, feliz dia das mães também. Vocês são fundamentais em nossas vidas!

 

 

Te amo tanto.

Mika Ferreira

 

 

3 Comentários para “Dia das Mães, minha mãe | Homenagem”

  1. Monica ferreira disse:

    Filha,  eu amei sua  homenagem pra mim ,que DEUS continue te abençoando muito, beijos .

  2. simone quaresma disse:

    Que lindas!!!!

  3. sandriely disse:

    Que lindo. Eu e minha mãe somos tãaaaaao apegadas, que só de falar no meu casamento ja ficamos um pouco tristinhas, por como você disse não mais compartilhar a rotina do dia a dia. 

Deixe seu comentário